Paulino Vergetti  Neto_escritor

Meu_Tear Literário_

Textos

Posso ir?


Alegra-me Levantar-te em meus braços,
na estrada escura que meus olhos não conseguem ver.
Onde Não há um só pingo de luz e de amargura.
Passos dou. É tudo o que faço sem o coração,
apenas para te livrar da solidão dessa escuridão.

Veja que ainda te quero muito bem
e tu, sem ninguém, permaneces indigna
do meu amor.
Deixe-me ir na fartura de muitas outras luzes.
Amar é e será o meu melhor veneno doce,
Por isso não me dou-te,
Sou só meu e de mais ninguém.
Paulino Vergetti Neto
Enviado por Paulino Vergetti Neto em 28/04/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Paulino Vergetti Neto.(paulinovergettineto.blogspot.com/)). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras