Paulino Vergetti  Neto_escritor

Meu_Tear Literário_

Textos

Nosso fantasma


Que não me leve ao mar salgado
esse teu sangue doce,
essses teus cabelos negros de minha solidão,
esses meus, brancos, de tanta saudade.
Por isso prefiro perder-me na partida
do que ficar ao teu lado sem te ter,
redesenhando a roupa alegre desse  fantasma triste
que descobriu que ainda vive
sobre as pedras de uma areia fina
traduzida em expiação.
Tu me amas e não me amas.
Nem mesmo eu me amo mais,
porque os diferentes de ontem
não são ainda iguais
e teu beijo não me foi esquecido,
nem os brilhos dos teus olhos ainda se decidiram
se me querem  amado ou morto,
ou sabem sobre alguma coisa que nem sei falar...
Paulino Vergetti Neto
Enviado por Paulino Vergetti Neto em 14/09/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Paulino Vergetti Neto.(paulinovergettineto.blogspot.com/)). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras