Paulino Vergetti  Neto_escritor

Meu_Tear Literário_

Textos

É preciso Paz...
Para sobreviver!
Aproxima-se o pleito eleitoral de 2018 onde iremos escolher candidatos para Deputado Estadual, Federal, Senador, Governador e Presidente da República.
Quanta coisa séria para escolhermos, tão poucas opções lícitas. Mas é a vida, e carecemos de muito discernimento para não sairmos dele ilesos.
Jamais vi tanta mentira e ódio na divulgação da maioria dos candidatos nestas eleições. Blasfemam, sorriem do mal que fazem, tecem abismos perigosíssimos contra seus opositores. O pior de tudo continua sendo a militância de esquerda que vai além da coragem, mergulham nos escafandros do impróprio, do anárquico, do confuso. Essa porção dos eleitores brasileiros oferecem preocupação às autoridades que não estão comprometidas eticamente com o desenrolar dos acontecimentos. Os imparciais, cada dia menos numerosos.
A Boca de Urna!
Acho que teremos as eleições mais intrigantes desde a criação da República. Não sei se as ruas estarão cheias de gente alegre a defender seus candidatos ou se por patifes endiabrados, tentando por todos os meios confundir a população menos avisada, os pobres das urnas da vida. Tomara que esteja enganado e que tudo corra bem, na mais perfeita paz.
Precisamos de muita Paz!
Há uma luz mais forte dentre outras tantas que mais tremeluzem do que mesmo brilham. Essa distinta luz compete até com os holofotes mentirosos de certas mídias que insistem em dizer o diferente, aquilo que é desejado por defensores de um poder espúrio, seboso, conturbador. Mas o povo saberá discernir mais uma vez quem é quem dentro desse baú misterioso de candidatos. Há os que já escolheram seus candidatos e estão apenas esperando o dia sete (7) de outubro para depositar seu voto na esperança carregado por uma urna, que se não abrirmos bem nossos olhos, poderá ser visitada pela corrupção. Olho neles!
Há uma fome tão grande e poderosa pelo poder dessa esquerda desastrada que se instalou no seio de nossa Pátria, há pouco mais de uma década, que, acho eu, lutarão com garras e dentes para atrapalhar qualquer mudança que certamente acontecerá. Agirão radicalmente sem pensar no Brasil que há sobre todos nós. Quando o povo quer, não há esquerda que impeça. Vai adiante e retoma a Ordem e o Poder.
Tenho me preocupado com a calmaria que a voz precavida do Exército Brasileiro tem enchido o Silêncio Nacional nos últimos meses. Acredito que seus ouvidos têm ouvido o clamor popular por Ordem e Progresso. É nossa última e real esperança depois do voto. Tenho visto criminosos jogarem lama em altas autoridades da República, sem receberem de volta qualquer punição. Isso passa da permissibilidade democrática do Regime. Vândalos há que se misturam com brasileiros que não apoiam essa conduta e tentam mascarar tudo como se houvesse um espaço permitido entre o teatro da morte que engendram e a Paz que os bons brasileiros desejam e querem.
É preciso muita Paz!
As igrejas brasileiras estão se movimentando no sentido de que seus fiéis acertem seus votos. Escolham o candidato que se nos apresenta dentre todos, como a momentânea escolha mais acertada. Diante de um país desgovernado, nada como reaver as rédeas do controle social e pôr novamente nos trilhos do desenvolvimento social e político. Passa da hora para que isso aconteça!
Ninguém é perfeito. Sabemos disso. Mas, há brasileiros que, soltos, a gozarem de suas plenas liberdades, oferecem um risco social miseravelmente perigoso. Devem continuar onde estão. E apesar de tudo, essas criaturas ainda permanecem articulando o mal. Até quando?
E como diz o poeta numa linda canção por muitos, conhecida, ” é preciso paz para sobreviver”
Creio no povo brasileiro, em sua maioria, que escolheremos um homem sério, comprometido com os bons costumes sociais e familiares, que respeita nossa Bandeira nacional e que não tema a luta. Desponta no horizonte eleitoral alo bem parecido com o que aqui desejo seja eleito. Deus o ajudará a ser eleito se esse for Seu desejo. Acredito que, votando em paz e pela paz, sairemos todos nós vitoriosos.
É preciso Paz para sobreviver. Isso também disse o mesmo poeta na linda canção que pus neste texto lá em cima.


Paulino Vergetti Neto
Enviado por Paulino Vergetti Neto em 29/09/2018
Alterado em 29/09/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Paulino Vergetti Neto.(paulinovergettineto.blogspot.com/)). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras