Paulino Vergetti  Neto_escritor

Meu_Tear Literário_

Textos

Poema triste e alegre


Cabe ao teu olhar ver minha tristeza,
chorar alegre declamando um triste  fado,
como se alegre houvesse algum.

Em noite alegre, cantar o mais inusitado,
no despejo que a saudade costuma dar ao coração
sem saber de certo que mal faz à razão,
todo esse teu amor desperdiçado.

Compreendo até, como se cego eu fosse,
que teus sentimentos moram embaixo d’água,
queimaram-se todos
molhados por impróprias lágrimas,
chocos, encharcados,
como se amar, para teu coração,
fosse água e fogo abraçados.

E este poema evaporou-se,
olhou para nós e foi embora.
Não sorria, não reclame, não chores,
pois o vento, a chuva e a tempestade...
também passam, evaporam...
Paulino Vergetti Neto
Enviado por Paulino Vergetti Neto em 04/11/2018
Alterado em 04/11/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Paulino Vergetti Neto.(paulinovergettineto.blogspot.com/)). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras