Paulino Vergetti  Neto_escritor

Meu_Tear Literário_

Textos

Mulher furtiva!




Grita serena, a mulher, outra vez
e o amor não condena.
Os olhos brilham,
a alegria furtiva cai nos braços...
é o meu abraço que chega!

Se te encontro, há um lindo encontro de amor.
Se eu te desprezo, choro o meu pranto magoando minha carne,
porque, de verdade, quem ama mais você,
sou eu, do que teu próprio amor curtido.

Estando em ti, viajo pelo meu,
mas se queres me amar,
alicerça-te, foges do gozo do teu juízo,
da omissão de teu sorriso,
fala direto para meu coração,
estende as mãos e diz:
és meu, sou tua!

Lembra-te da vez primeira, quando te falei de amor?
quando o arco íris surgiu?
lembra te?
estavas nua, não na rua, mas em meus braços.








Paulino Vergetti Neto
Enviado por Paulino Vergetti Neto em 09/12/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Paulino Vergetti Neto.(paulinovergettineto.blogspot.com/)). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras