Paulino Vergetti  Neto_escritor

Meu_Tear Literário_

Textos

Contra a maré



Um amor sem forças,
um amor rebelde,
uma estrada longa demais:
entrego-me à sorte!

Ando a passos largos e apressados
Vendo o fim de um horizonte
A meu lado,
E um céu sem qualquer estrela.

Paro para desamar o caminho
E vejo a estrada.
O vento derruba-me a vontade,
Antes à mão, hoje, bem guardada,
Onde não há qualquer ser que a ache,
Nem mesmo ela.

Parto na chegada para encontrar
A vida de um sofrimento,
Sorriu entre lágrimas pendentes,
Vou-me embora para ficar
No mesmo lugar de sempre.

Um rebelde coração quer amar
Um amor quase sem forças
Que, medrosamente se esconde
Fora dos escombros dos desejos.



Paulino Vergetti Neto
Enviado por Paulino Vergetti Neto em 14/01/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Paulino Vergetti Neto.(paulinovergettineto.blogspot.com/)). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras