Paulino Vergetti  Neto_escritor

Meu_Tear Literário_

Textos

o amor mora distante...



Hoje amanheci vendo as distâncias.
Entre as distâncias encontrei tua ausência,
fria, embaçada pela névoa de certa prisão.
Morreste pelo medo de amar?
De ser livre?

Tenho o coração alçado à condição de teu anjo.

Há um peso imensurável.
Trazer-te no peito é destruidor,
teu sorriso tornou-se a minha dor...
a dor que mais dói,
a dor que mais sinto.
A mais distante do amor.

Nessa mesma distância, lança ao ar teu perfume.
O vento, amigavelmente, trar-me-á para perto
de minha alma....
cansada de esperar....



Paulino Vergetti Neto
Enviado por Paulino Vergetti Neto em 03/02/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Paulino Vergetti Neto.(paulinovergettineto.blogspot.com/)). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras