Paulino Vergetti  Neto_escritor

Meu_Tear Literário_

Textos

Mulher perigosa...




Fulguras em um amor que já não mais lembro.
És a moldura quebrada, retrato queimado,
lembrança esquecida.

Não te tive por amor.

Teus olhos inda me perseguem,
tua indecisão te adoce,
mas, confesso, teu amor é-me letal.

Quero morrer?
Até parece!

Desencanta-te ó linda mulher,
foge para bem perto de nós,
deixa de ser tua própria algoz,
vem, me beija,
e loucamente felizes ser-nos-á a vida doravante.


Poema inédito (05/02/2019)
Paulino Vergetti
Paulino Vergetti Neto
Enviado por Paulino Vergetti Neto em 05/02/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Paulino Vergetti Neto.(paulinovergettineto.blogspot.com/)). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras