Paulino Vergetti  Neto_escritor

Meu_Tear Literário_

Textos

Cheiro de amor


Tuas mãos, minhas mãos!
Doam-se através do coração e da vida...
Fúria de minha memória?
Inglórias lembranças?


Teus lábios, doces lábios agora só teus,
Mas que em um passado os beijei
Com o carinho do coração sorrindo.
Os planos se desfazem para que outros nasçam.


Ontem inda chorei de saudade
E nada mais.
Feito este poema, abafo o sofrimento
De sentir novamente o sabor
Do passado de nossos abraços.


O amor é cigano vestido de distância,
Quando os corações e aproximam demais
E as raízes apodrecem,
O vento enfraquece
E a vida pede à alma para nomandear.


Poema inédito (24/02/2019)
Paulino Vergetti
Paulino Vergetti Neto
Enviado por Paulino Vergetti Neto em 24/02/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Paulino Vergetti Neto.(paulinovergettineto.blogspot.com/)). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras