Paulino Vergetti  Neto_escritor

Meu_Tear Literário_

Textos

O fim do mundo!





Vi, senhores, a morta a andar sobre a varanda
da casa desassombrada.
Sorria ao relento, embriagada pela dor
se desamar o próprio desamor,
de sem poder mais viver,
ter que  saudar o inusitado.

Compreendo o que me desinteressa
e a repulsa dá-me alegrias
que a morte, em si, não me retira.

Sou louco pela voz da loucura,
aquela que me destortura, a criatura,
Porque me faz ver o outro lado da ordem.

O palhaço pôs fogo no circo
e é por isso que aviso: O mundo já se acabou!



Paulino Vergetti Neto
Enviado por Paulino Vergetti Neto em 16/03/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Paulino Vergetti Neto.(paulinovergettineto.blogspot.com/)). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras