Paulino Vergetti  Neto_escritor

Meu_Tear Literário_

Textos

Foi embora?




Distraído, te despedaço em pedaços interessantes de raras linhas.

Comanda teu propósito e ser só minha.
Tua face ensurdece o meu olhar,
grito para te acordar,
e durmo.

Minhas lágrimas caem oblíquas na face.
Algumas alcançam a boca,
outras evaporam.

Que ira te sustenta então?
Estira-me tuas mãos e me beija.

Protejo teus seios elevando o olhar
e vejo-te dada aos meus olhos,
chorando com ocioso choro de amor
e louco, pensando ser ainda amado
grito ao vento espalhado e pergunto;
onde estás?

O que não fazes espontaneamente,
Luto para estar presente entre nós.
Há um amor que se foi, sendo ainda muito amado...


Poema inédito (30/05/2019)
Paulino Vergetti
Paulino Vergetti Neto
Enviado por Paulino Vergetti Neto em 30/05/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Paulino Vergetti Neto.(paulinovergettineto.blogspot.com/)). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras