Paulino Vergetti  Neto_escritor

Meu_Tear Literário_

Textos

Fardos de Plumas




Sem se anunciar, a madrugada chega sem a lua
E as estrelas zombam do meu pranto insone e inocente
nas lágrimas que continuam verdadeiras, mas ainda mentem.


Que forte escuridão há nessa tua tão pouca luz,
sóbria como minha espera cansada
cheia de ousadas lapadas,
fazes com tuas mãos
na face de minha face,
na dor de minha maior dor,
no deserto bravio de minhas contramãos.


Teus sentimentos,
essa tapeçaria cheia de tantos nós macios e diferentes,
anuncia-nos, amantes distintos:
um do sol, outro da noite...
ambos penumbrados pelo coração,
talvez sentindo amor, talvez paixão,
uma estação atemporal de amantes.

Como estás, não estou.
Sou mais de tua sede que de nossas águas!


Poema inédito (03/08/2019)
Paulino Vergetti








Paulino Vergetti Neto
Enviado por Paulino Vergetti Neto em 03/08/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Paulino Vergetti Neto.(paulinovergettineto.blogspot.com/)). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras