Paulino Vergetti  Neto_escritor

Meu_Tear Literário_

Textos

Fiz um livro


Que livro lê-me
quando estou escrevendo
para as letras?
Parágrafos inteiros vão
ficando para trás.
Caminho.
Personas gratas e ingratas
vou tecendo cheio de medos,
esses que me engolem e vomitam.
Há enredos que trazem a mais esses tais medos,
outros nem tanto: cantam
aos meus ouvidos cheios de canetas.
Vou ler-te, ó amontoado de tudo.
Estudei-me para te escrever
e não será por te que irei morrer,
porque só juntos e misturados
viveremos felizes para sempre...
Paulino Vergetti Neto
Enviado por Paulino Vergetti Neto em 25/07/2017


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras