Paulino Vergetti  Neto_escritor

Meu_Tear Literário_

Textos

Nossos sóis escuros...
Nossos sóis escuros...


Descubro que ando só.
Reconheço que meu destino é fugir do teu,
Ir para onde só eu possa existir
e viver amado por meu próprio coração,
sentindo-te em tuas ausências
sempre presentes em meu sóis.

Que possa então ver outro dia lindo
seguir às voltas, dos meus girassóis ensandecidos,
desprover-me de qualquer abrigo
e seguir só.

Fica, meu amor, dorme profundo.
Hei de povoar teus sonhos em meus silêncios
para poder beijar-te,
muito mais do que amar-te
e só assim poder viver ensolarado
como homem solto e apaixonado
por uma rara mulher sem órbita
e que jamais, em meu corpo se brotou.


Poema inédito (31/05/2019)
Paulino Vergetti
Paulino Vergetti Neto
Enviado por Paulino Vergetti Neto em 31/05/2019


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras